Josefa d'Óbidos Restaurante - Óbidos
A luz da vila

Junto à muralha da Vila de Óbidos nasceu o Lumen – Restaurante & Esplanada, integrado no Josefa d’Óbidos Hotel, fruto de uma remodelação integral da sala de refeições já existente que servia apenas quem ali se hospedava.
Um dos clientes habituais deste espaço é o próprio D. Afonso Henriques que, desde a conquista desta vila aos Mouros, passou a frequentar a zona Oeste nos seus tempos de lazer.

Ali mesmo na ante-câmara, D. Afonso habituou-se a prender a sua montada nos prumos de latão, dando-lhe rédea suficiente para se alimentar na vegetação abundante.
O Conquistador, sendo um apreciador de bons vinhos nacionais, nunca se senta à mesa sem antes inspeccionar atentamente a garrafeira da sala sob a luz do lustre feito por medida para este espaço, para efectuar a escolha do néctar que acompanhará o seu repasto.

Já com o vinho seleccionado, D. Afonso I senta-se no seu lugar preferido de frente para a luz natural que inunda a sala, observando com deleite a actividade que se desenvolve na esplanada.
A sala tem dimensão suficiente para garantir a privacidade do monarca que, apesar de estar em período de descanso, aproveita para despachar assuntos mais urgentes com os nobres que o acompanham.
O conforto do mobiliário pede refeições mais longas. Os convivas agradecem…

Nobres cavaleiros, aristocratas amantes da gastronomia local, representantes do alto clero e até mesmo alguns membros da burguesia ocupam a outra ala da sala em alegre convívio.
O sofá corrido é muito disputado pelo séquito real, já que possibilita momentos de meditação introspectiva entre pratos, é necessário retemperar as forças para acompanhar el-Rei.
Ao fundo esconde-se a copa, é de lá que saem as iguarias para a sala.

Na outra sala, mais reservada, ficam os Infantes da corte acompanhados por aias, pajens e escudeiros.
Aqui podem manifestar-se de forma mais audível sem incomodarem o repasto de D. Afonso.
As laminas de latão que dividem as áreas evocam as armas reais e proporcionam a segmentação dos espaços mantendo o contacto visual entre ambos.
O tecto com iluminação que lembra as estrelas no céu diverte os Infantes e faz sonhar as aias.

Após a refeição, D. Afonso Henriques acompanhado por D. Mafalda recolhe aos claustros – a esplanada – um espaço exterior no interior do Hotel onde os seus tronos os aguardam para uma tarde serena.
Os membros da corte divertem-se e convivem ao som da música ambiente, são servidos refrescos…
O monarca aproveita para ler mais uma vez a bula Manifestis Probatum ao som da cortina de água atrás de si, é agradável e relaxante… de repente lembra-se: Será que o cavalo já comeu as plantas todas?!

Vamos trabalhar juntos




concordo com a política de privacidade e de cookies da love design.